Pesquisar
Close this search box.
Logo NatcoFarma Colorido
antiviral para gripe

Qual antiviral para influenza tomar? Dicas de combate ao vírus

Compartilhe esse post!

Ao menos uma vez na vida todos nós já sentimos a sensação de cansaço, dor de cabeça, coriza e mal-estar, sintomas típicos de uma gripe ou resfriado. E para combater esses sintomas, recorremos a algum antiviral para influenza.

De fato, sentir esse sintomas é algo completamente desagradável e optar por um antiviral para influenza  antigripal é a solução mais recorrente.

Neste cenário, é importante ressaltarmos que existem diversos fármacos usados para o antiviral para influenza tem a função de tratar os sintomas da gripe, entre eles os antivirais e apenas isso.

Portanto, caso os sintomas persistam mesmo você tomando um antigripal os remédios indicados, é preciso marcar uma consulta médica para avaliar se você não está passando por um problema de saúde mais sério.

Ao longo deste artigo, entramos em mais detalhes sobre o antiviral para a influência e como ele age no seu corpo, além de seus possíveis efeitos colaterais e como consegui-los.

Siga a leitura conosco!

antiviral para gripe

O que é um antiviral para influenza?

O antiviral para influenza é uma categoria de medicamento que combate esse vírus, diminuindo seus sintomas e seu tempo de ação em nosso organismo, além de colaborar para reduzir a transmissão do vírus.

Na prática, ao invés de matar um vírus diretamente, o antiviral para influenza suprime  a capacidade do vírus de infectar e multiplicar-se nas células humanas.

Ou seja, esses medicamentos geralmente inibem as interações moleculares e funções fundamentais ao vírus para produzir novas cópias de si.

E a maneira como os medicamentos produzemmedicmentosuma droga produz o seu efeito terapêutico é conhecida como mecanismo de ação.

Então, os antivirais, para produzirem o seu efeito terapêutico, costumam ser administrados em combinação com mecanismos de ação diferentes.

Desta forma é possível prevenir o surgimento de cepas virais mutantes,  que são resistentes aos medicamentos e que podem contornar os efeitos de um só medicamento.

No mais, é importante ressaltar que o antiviral para a influência pode conter qualquer combinação de remédio para dor, tosse, descongestionante e anti-histamínico.

Os anti-histamínicos têm o papel de reduzir tosses e espirros, enquanto os descongestionantes colaboram na diminuição da congestão nasal e os medicamentos para dor também agem colaborando para reduzir a febre.

Leia também : Saiba mais sobre Gripe H3N2: o que é, sintomas e prevenção

Quais são os antivirais para influenza?

Algumas opções de antivirais para a influência são:

  • Amantadina;
  • Zanamivir;
  • Oseltamivir.

Na sequência, entramos  em mais detalhes sobre cada um deles. Acompanhe!

Amantadina

A Amantadina é o primeiro antiviral para a influenza que apresentamos a você, se tratando de um medicamento usado para prevenção ao tratamento da influenza A.

Então, caso você esteja infectado com gripe, a Amantadina  tem o potencial de diminuir os seus sintomas e o tempo que você precisa para melhorar.

Tomar esse remédio também pode ajudar caso você tenha sido exposto à gripe, para evitar que você seja contaminado com o vírus.

Ressaltamos que essa opção não é uma vacina e que para aumentar a sua proteção e chances de você não pegar a gripe é fundamental que você tome a vacina contra gripe uma vez por ano a cada temporada do vírus.

No mais, é importante saber que a Amantadina  também é recomendada para tratar a doença de Parkinson e os efeitos colaterais que podem surgir por conta do uso de drogas, como sintomas extrapiramidais induzidos por drogas,  além dos sintomas de produtos químicos e outras condições médicas.

Em situações assim, o medicamento colabora para melhorar a sua amplitude de movimento e capacidade de exercício.

Se ela for usada para tratar essas condições, a Amantadina atua restaurando o equilíbrio das substâncias químicas naturais no cérebro.

Zanamivir

A nossa lista de antiviral para a influenza segue com os Zanamivir, um medicamento que tem a capacidade de bloquear as ações dos vírus no seu corpo.

Esse medicamento costuma ser indicado para tratar os sintomas da gripe causadas pelo vírus influenza em quem apresentou os sintomas por menos de dois dias.

Outra indicação comum desse medicamento é para prevenir a gripe em pessoas que podem estar expostas, mas ainda não tem nenhum sintoma do vírus.

No mais, destacamos que o Zanamivir não trata resfriado comum e não deve ser  usado no lugar de uma vacina contra a gripe.

Mais uma vez alertamos que a vacina anual contra a gripe é o principal meio de se proteger a cada ano contra novas cepas do vírus.

Oseltamivir

Para tratar a influenza A e a influência B, o Oseltamivir é um dos medicamentos mais indicados.

Esses dois tipos de vírus são os principais causadores da gripe e esse medicamento  tem o potencial de tratar casos de gripes não complicadas em bebês com mais de duas semanas, crianças, adolescentes e adultos.

Em caso de pessoas que estão hospitalizadas, o oseltamivir pode ser usado para tratar a gripe mesmo que o paciente tenha sintomas por mais de 48 horas.

Para além da gripe, esse medicamento pode ser usado para profilaxia, ou seja, ele colabora para evitar que você pegue gripe depois de ter sido exposto a alguém que esteja com o vírus.

Entretanto, em quase todos os casos de profilaxia, o oseltamivir é uma opção somente para quem está sob o alto risco de complicações da gripe ou para quem está internado em um ambiente de saúde durante um surto de gripe, como em um hospital ou casa de repouso.

Por fim, ressaltamos que o oseltamivir não elimina a gripe completamente ou instantaneamente.

Na prática, ele diminui a gravidade dos sintomas da influenza e consegue encurtar a doença em 1 a 2 dias.

Já em pessoas que têm mais de 65 anos de idade e com doenças crônicas, esse medicamento pode reduzir de 2 a 3 dias o tempo de recuperação.

remédio para influenza

Como funcionam os medicamentos antivirais?

Os medicamentos antivirais funcionam tratando infecções e evitando que os vírus, como da influenza, se espalhem pelo nosso corpo.

Isso significa que eles não matam o vírus de uma vez só, algo que torna o desenvolvimento de medicamentos antivirais mais complicados.

De acordo com os especialistas, é preciso buscar maneiras de enganar o vírus para que ele não se multiplique dentro do nosso organismo.

É por isso que o medicamento antiviral tem o potencial de prevenir ou tratar infecções de várias maneiras.

Abaixo, citamos algumas das maneiras de como funcionam os medicamentos antivirais. Acompanhe!

Impedem que infecções virais se alastrem

Antes de infectar você e se espalhar, um vírus como o da gripe precisa se ligar às células humanas.

E os medicamentos antivirais funcionam enganando o vírus para que ele fique fixado no medicamento, ao invés das nossas células, evitando totalmente a infecção.

Interfere na reprodução do vírus

Quando o vírus está dentro da célula humana ele está no controle e começa o seu processo de fazer cópias de si mesmo.

Desta forma, quanto mais cópias ele consegue fazer, mais infectada e doente uma pessoa fica.

Mas um antiviral para influenza  interrompe esse processo dentro das células e consegue impedir a reprodução do vírus, diminuindo a gravidade dos sintomas e colaborando para o processo de aceleração e recuperação.

Lembrando que a agilidade com que os antivirais para a influenza são capazes de funcionar depende dos princípios ativos de cada medicamento, mas geralmente os seus efeitos começam depois de 48 horas.

Bloqueia o vírus de se espalhar por todo o corpo

Após um vírus transformar todas as células possíveis em fábricas de produção de vírus, todas essas cópias são liberadas e correm no sentido à sua corrente sanguínea.

Mas o funcionamento de um  antiviral para influenza interrompe a propagação do vírus e impede a liberação de partículas virais de suas células.

medicamento para influenza

Efeitos colaterais dos antivirais

O antiviral para influenza pode causar alguns efeitos colaterais, como: 

  • boca seca;
  • tonturas;
  • tosse;
  • insônia;
  • diarreia;
  • fadiga;
  • dor nas articulações ou dores musculares;
  • dores de cabeça;
  • náuseas e vômitos;
  • erupção cutânea.

Quando tomar antiviral para influenza?

Qualquer antiviral para influenza deve ser tomado com a indicação de um médico e a prescrição médica assinada por ele.

Precisa de receita para comprar antiviral para influenza?

Sim, é preciso de receita para comprar antiviral para influenza.

Portanto, se você precisa desse tipo de medicamento recorra a uma consulta com profissional da saúde para conseguir comprá-lo.

Conheça a Natcofarma, uma empresa farmacêutica com laboratórios de ponta para desenvolver medicamentos de alta qualidade.

Image 6

Conclusão

Como você viu ao longo deste artigo, o antiviral para influenza é uma categoria de medicamentos que combatem esse vírus (saiba mais sobre vírus lendo sobre o citomegalovírus), diminuindo os seus sintomas e a sua duração em nosso organismo, além de reduzir a sua transmissão.

Alguns antivirais mais conhecidos são:

  • Amantadina;
  • Zanamivir;
  • Oseltamivir.

E se você precisa de medicamento genérico de alta qualidade, conheça os produtos da Natcofarma!

Veja também:

Contato

Entre em contato conosco através de nossos canais de atendimento.