Pesquisar
Close this search box.
Logo NatcoFarma Colorido
por-que-o-remedio-generico-e-mais-barato

Por que o remédio genérico é mais barato? Entenda já!

Compartilhe esse post!

Ao ir à farmácia com uma receita, é comum ouvir do farmacêutico que o medicamento custa X, mas há a opção da versão genérica, mais econômica. Diante disso, surge a pergunta: “por que o remédio genérico é mais barato?”

Essa indagação envolve vários mecanismos e fatores que tornam os medicamentos genéricos uma opção economicamente mais acessível em comparação com seus equivalentes de marca. 

E ao longo deste texto, exploraremos todas as razões por trás dessa diferença de custo, destacando a economia proporcionada e a segurança desses produtos.

Aqui vamos desmistificar preconceitos em torno do genérico e promover uma compreensão científica sobre a importância e confiabilidade deles, além de esclarecer: por que o remédio genérico é mais barato? 

Siga a leitura!

O que são os medicamentos genéricos?

Medicamentos genéricos são versões equivalentes de medicamentos de referência, contendo o mesmo princípio ativo, ou seja, eles são essencialmente cópias do medicamento original.

Essa replicação ocorre quando a exclusividade da patente deixa de existir, permitindo a fabricação de versões mais acessíveis dos medicamentos. 

Deste modo, quando alguém se pergunta se o remédio genérico faz o mesmo efeito do original, a resposta é sim, pois ele tem o mesmo princípio ativo do medicamento referência e garante a eficácia terapêutica. 

Dessa forma, os medicamentos genéricos podem ser prescritos pelos médicos como substitutos dos medicamentos de referência, sendo uma opção economicamente mais vantajosa para os pacientes.

Diferenças entre medicamentos genéricos e de referência

As diferenças entre medicamentos genéricos e de referência é que os genéricos não podem ter uma marca comercial e devem apresentar apenas o nome do princípio ativo.

Por que os medicamentos genéricos são mais baratos

Os medicamentos genéricos são mais baratos principalmente devido ao fato de serem cópias de medicamentos já existentes, cujas patentes expiraram. 

Deste modo, a ausência de investimentos significativos em pesquisa e desenvolvimento é uma das razões-chave para a redução de custos. 

Então, para responder “por que o remédio genérico é mais barato?”, é preciso entender que quando a patente de um medicamento de referência expira, abre-se a oportunidade para a produção de genéricos.

Eles devem utilizar o mesmo princípio ativo, na mesma concentração e forma farmacêutica, eliminando a necessidade de realizar pesquisas extensivas para a criação de uma nova substância ativa, logo, dizer que o genérico não tem o mesmo efeito é uma afirmação incorreta.

Assim, desde a promulgação da Lei dos Genéricos – Lei 9.787, em 1999, uma considerável parcela da população passou a ter acesso a medicamentos, transformando a continuidade de tratamentos medicamentosos em uma realidade.

Leia também: Saiba como identificar uma boa marca de genéricos

Benefícios dos medicamentos genéricos

Após esclarecermos “por que o remédio genérico é mais barato?” é hora de entender os pontos positivos de considerar o uso de medicamentos genéricos. 

  • Econômicos: geralmente mais acessíveis em comparação com os medicamentos de referência, aliviando o custo financeiro para os pacientes.
  • Acesso ampliado: contribuem para a democratização do acesso a tratamentos, permitindo que um maior número de pessoas possa adquirir os medicamentos necessários.
  • Equivalência terapêutica: mantêm a mesma eficácia terapêutica que os medicamentos de referência, garantindo resultados clínicos similares.
  • Padrões de qualidade: submetidos a rigorosos padrões de controle de qualidade e bioequivalência, assegurando sua eficácia e segurança.
  • Promoção da concorrência: estimulam a concorrência no mercado farmacêutico, o que pode resultar em preços mais competitivos para diversos medicamentos.

Medicamentos genéricos tem o mesmo efeito dos de referência

Sim, os medicamentos genéricos têm o mesmo efeito que os medicamentos de referência, pois os genéricos são submetidos a rigorosos testes de qualidade antes de receberem autorização para registro e comercialização. 

Estes testes garantem a equivalência terapêutica com os medicamentos de referência, assegurando a mesma qualidade e eficácia terapêutica. 

Portanto, pensar que o remédio genérico é mais fraco é errado, uma vez que aprovados pelas agências reguladoras, eles são capazes de produzir no organismo os mesmos efeitos que os medicamentos de referência.

remedio-generico-e-mais-fraco

São regulamentados pela ANVISA

Os medicamentos genéricos são rigorosamente regulamentados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no Brasil. 

Esse é outro fator que explica “por que o remédio genérico é mais barato?”, afinal, a Anvisa estabelece critérios de qualidade, segurança e eficácia para garantir que os medicamentos genéricos atendam aos padrões exigidos para os medicamentos de referência. 

Então, podemos afirmar que o remédio genérico é confiável, afinal, antes de serem comercializados, eles passam por avaliações detalhadas, incluindo testes de bioequivalência.

Esses testes asseguram que sua eficácia e absorção no organismo sejam equivalentes aos medicamentos de referência.

Leia também:  Como saber se um produto tem registro na Anvisa?

Passam por testes de qualidade

Os medicamentos genéricos passam por rigorosos testes de qualidade para garantir sua qualidade, segurança, eficácia e equivalência aos medicamentos de referência. 

Afinal é seguro comprar medicamentos genéricos?

Sim, é seguro comprar medicamentos genéricos, pois o preço mais acessível não é indicativo de menor qualidade, uma vez que os genéricos contêm o mesmo princípio ativo, na mesma dose e forma farmacêutica que os medicamentos de referência.

Conforme falamos ao esclarecer a questão: “por que o remédio genérico é mais barato?”, a eficácia e segurança deles são comprovadas cientificamente por testes e outros ensaios regulamentados pela Anvisa.

Portanto, sim, é seguro tomar remédio genérico!

o-remedio-generico-faz-o-mesmo-efeito-do-original

Conclusão

Neste artigo o nosso intuito era elucidar sobre o enigma: “por que o remédio genérico é mais barato?”

Em resumo, exploramos as diferenças entre genéricos e medicamentos de referência, salientando a sua equivalência terapêutica.

E a questão intrigante sobre “por que o remédio genérico é mais barato?” foi abordada, destacando a sua eficácia comprovada e segurança regulamentada pela Anvisa.

Além disso, ressaltamos os benefícios econômicos, a ampliação do acesso, os padrões de qualidade e a promoção da concorrência proporcionados pelos medicamentos genéricos. 

Tudo isso para confirmar que sim, você pode confiar em remédios genéricos, pois eles são uma opção segura e acessível para todos os consumidores!

Referências

Veja também:

Contato

Entre em contato conosco através de nossos canais de atendimento.