Pesquisar
Close this search box.
Logo NatcoFarma Colorido
remédios para câncer

Alguns  remédios utilizados para o câncer aprovados recentemente

Compartilhe esse post!

Se você está em busca de informações sólidas e precisas sobre alguns dos  remédios utilizados  para câncer, está no lugar certo.

Ao longo deste artigo nos dedicamos a apresentar a você uma lista com os principais medicamentos utilizados no enfrentamento do câncer.

Confira!

Existe remédio para cura do câncer?

Inicialmente é importante dizer que a palavra “câncer” não se refere a uma única doença e sim a uma variedade enorme de doenças. 

Elas podem receber o mesmo nome, mas cada uma se comporta de um jeito, acontece por conta de um tipo de mutação e cada organismo pode reagir de forma diferenciada. 

Existem possibilidades reais de alcançar o que é chamado de “remissão” com o uso de um ou outro remédio para câncer, que  não é necessariamente a cura, porque ainda existe um risco teórico da doença voltar. 

Mas, na remissão, os sintomas da doença não estão mais presentes e o paciente pode desfrutar de uma melhor qualidade de vida. 

Em alguns tipos de câncer, como as leucemias agudas e os linfomas, o principal objetivo do tratamento é alcançar essa remissão.

E é comum usar um período de cinco anos como referência. 

Após esse tempo, a probabilidade de a doença retornar é consideravelmente reduzida, embora ainda exista um pequeno risco. 

Portanto, durante esses primeiros cinco anos, é importante manter um acompanhamento médico rigoroso.

Assim, embora não exista um remédio para câncer que cure a doença, a medicina tem avançado significativamente na busca pela remissão e na melhoria da qualidade de vida dos pacientes. 

Mas existem tratamentos em  que a proposta é totalmente curativa. 

Ou seja, o paciente nunca mais vai ter aquele câncer . Esses são os os tipos de casos em que quando se faz a extração do  tumor,pode-se considerar o fim daquele  câncer.

Leia também: Tratamento para câncer: conheça 7 tipos de terapia usadas

Quais são alguns dos remédios para câncer aprovados recentemente ? 

Antes de falarmos sobre remédio para câncer, é importante ressaltar que toda medicação requer avaliação minuciosa de profissionais de saúde.

Isso porque cada caso de câncer é único e a escolha da medicação envolve uma cuidadosa consideração das características do tumor, seu estágio, a saúde geral do paciente e outros fatores determinantes. 

Além disso, vários remédios para câncer têm uma versatilidade surpreendente, pois suas aplicações podem variar dependendo da situação do tumor e de outros detalhes do prognóstico.

Sabendo disso, abaixo você encontrará uma lista dos medicamentos para câncer que estão atualmente entre os mais utilizados.

E a seleção de qualquer remédio para câncer passa por um rigoroso processo de avaliação e aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Além do mais, é importante destacar que a pesquisa no campo do câncer está em constante evolução. 

Então, à medida que novos conhecimentos e descobertas emergem, as listas de medicamentos recomendados para o tratamento do câncer só aumentam . 

Portanto, a abordagem terapêutica pode variar ao longo do tempo à medida que avançam os estudos e a compreensão da doença.

melhor remédio para tumor

Cabozantinib

O primeiro remédio para câncer que apresentamos é o Cabozantinib, aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) em 4 de abril de 2022.

Sua aprovação foi concedida para a utilização da combinação de Nivolumabe e Cabozantinibe para o tratamento inicial de pacientes com câncer de células renais avançado, um tipo de câncer dos rins.

Vale destacar que o uso é indicado para pacientes que não tenham recebido tratamento sistêmico prévio no contexto da doença em estágio avançado.

Pembrolizumab

A molécula Pembrolizumab tem sua indicação aprovada para um amplo espectro de doenças oncológicas, incluindo, mas não se limitando à:

  • melanoma;
  • carcinoma urotelial;
  • carcinoma de células renais;
  • câncer endometrial.

Em 23 de maio de 2022, a ANVISA concedeu aprovação para o uso de Pembrolizumabe no tratamento de câncer de mama triplo-negativo (TN) localizado, considerado de alto risco, quando utilizado em combinação com a quimioterapia neoadjuvante. 

Além disso, na aprovação deste remédio para câncer, o Pembrolizumabe é mantido como terapia única adjuvante após a cirurgia.

Olaratumab

Em 26 de dezembro de 2017 a ANVISA deu sua aprovação ao agente Olaratumabe para ser usado em conjunto com a doxorrubicina no tratamento de pacientes diagnosticados com sarcomas de partes moles. 

Este remédio para câncer é um anticorpo monoclonal que possui a capacidade de identificar e se ligar de forma seletiva a uma proteína denominada receptor-a do fator de crescimento derivado das plaquetas (PDGFR-a). 

Em algumas células cancerígenas, o PDGFR-a é encontrado em quantidades significativas e sua presença estimula o crescimento e a divisão dessas células. 

Quando o olaratumabe se conecta ao PDGFR-a, ele tem a capacidade de interromper o crescimento e a sobrevivência das células cancerígenas.

Lenvatinib

Seguimos nossa lista de remédio para câncer com o Lenvatinib, que recebeu aprovação da ANVISA no ano de 2016 para o tratamento de casos de câncer diferenciado de tireoide metastático que tenham se mostrado resistentes à radioiodoterapia.

A aprovação deste medicamento foi fundamentada em dados oriundos de um estudo clínico de fase 3, multicêntrico, randomizado e duplo-cego, conhecido como SELECT. 

Este estudo abrangente foi conduzido para assegurar que a utilização do medicamento proporcionasse benefícios de maneira segura aos pacientes.

No âmbito deste estudo clínico, os pacientes foram divididos em dois grupos, um recebendo Lenvatinibe e o outro placebo. 

Ficou evidente que os pacientes que receberam Lenvatinibe experimentaram melhorias significativas em termos de sobrevida quando comparados àqueles que foram tratados com placebo. 

Nivolumab

Em 10 de agosto de 2022, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) concedeu sua aprovação para a utilização do Nivolumabe.

Sua aprovação foi dada em conjunto com uma quimioterapia de dupla platina no tratamento neoadjuvante de pacientes que receberam o diagnóstico de câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP), apresentando doença ressecável com tumores ≥ 4 cm ou com linfonodos comprometidos.

Além disso, Nivolumabe é recomendado para o tratamento de carcinoma de células renais em estágio avançado após terapia antiangiogênica anterior. 

Em monoterapia ou em combinação com ipilimumabe é indicado para o tratamento de melanoma. 

Atezolizumab

Em 25 de novembro de 2021, a ANVISA concedeu aprovação ao Atezolizumab como monoterapia para o tratamento adjuvante, após ressecção cirúrgica e quimioterapia baseada em platina.

A aprovação deste remédio para câncer é destinada a pacientes adultos com câncer de pulmão de células não pequenas (CPNPC) em estágios II a IIIA, que apresentam uma expressão de PD-L1 ≥ 1% nas células tumorais. 

Além disso, o Atezolizumab é indicado para o tratamento de câncer de mama triplo negativo metastático, ou seja, aquele que não possui receptores para estrógeno, progesterona ou a proteína HER-2.

Venetoclax

A ANVISA aprovou a utilização de Venetoclax em conjunto com Obinutuzumabe para o tratamento de pacientes diagnosticados com Leucemia Linfocítica Crônica (LLC) que não tenham recebido tratamento prévio.

Essa abordagem representa uma nova alternativa terapêutica que não envolve o uso de quimioterapia.

A aprovação deste remédio para câncer se fundamenta nos resultados do estudo CLL 14, no qual os pacientes foram submetidos ao tratamento por um período de 12 meses.

AOH1996

O medicamento AOH1996 é o resultado de duas décadas de extensa pesquisa e desenvolvimento realizados pelo Hospital City of Hope, localizado nos Estados Unidos.

Durante esse período, este remédio para câncer foi minuciosamente avaliado em 70 tipos distintos de células cancerígenas em ambientes laboratoriais. 

Essas células incluíam aquelas originárias de cânceres de mama, próstata, cérebro, ovário, colo do útero, pele e pulmão.

Os cientistas do Hospital City of Hope alcançaram um resultado notável: eles desenvolveram uma droga anticâncer com a capacidade de eliminar diversos tipos de tumores.

Atualmente, essa droga encontra-se em fase de testes em seres humanos, por meio de um ensaio clínico de Fase 1.

remédio para tratamento do câncer

SUS garante remédios para câncer?

O SUS oferece tratamento e remédio para câncer, mas o acesso pode ser condicionado a critérios específicos e regulamentos, e a disponibilidade de certos tratamentos pode variar dependendo da região e dos recursos disponíveis. 

Portanto, é importante que os pacientes com câncer busquem orientação de profissionais de saúde e se informem sobre os serviços disponíveis em sua área para obter o tratamento adequado.

Planos de saúde cobrem remédios para câncer?

O plano de saúde oferece assistência abrangente para casos de câncer, contendo praticamente todos os aspectos do tratamento.

Ou seja, quase todos os procedimentos relacionados ao tratamento do câncer estão incluídos nas obrigações dos planos de saúde. 

Isso engloba consultas médicas, internações hospitalares, exames diagnósticos e até mesmo remédio para câncer, incluindo aqueles administrados por via oral e terapias domiciliares.

No entanto, é importante ressaltar que essa “abrangência” tem seus limites. 

Isso porque os planos de saúde são obrigados a fornecer cobertura de acordo com o Rol de Procedimentos e Eventos de Saúde estabelecido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). 

E este rol consiste em uma lista de consultas, exames e tratamentos específicos, variando de acordo com o tipo de plano de saúde contratado, seja ele ambulatorial, hospitalar com ou sem obstetrícia, referência ou odontológico.

Portanto, isso implica que os planos de saúde são obrigados a cobrir todas as despesas relacionadas ao tratamento do câncer, como quimioterapia, radioterapia e cirurgias, desde que observadas as condições e a cobertura específica do tipo de plano contratado (ambulatorial ou hospitalar) e a lista de medicamentos aprovados na ANS (agência nacional de saúde suplementar)

melhor remédio para tumor

Como comprar remédios para câncer?

Comprar medicamentos para o tratamento do câncer geralmente não segue o modelo tradicional de compra em uma farmácia. 

Estes medicamentos, muitas vezes denominados como medicamentos oncológicos ou quimioterápicos, são frequentemente adquiridos de maneiras específicas.

Uma dessas maneiras é através de planos de saúde e nessas situações o paciente pode precisar pagar uma parte do custo do medicamento (copagamento) ou o plano pode cobrir integralmente o custo do tratamento.

Outra forma de ter medicamentos para o tratamento de câncer é por meio do governo, ou seja, com o Sistema público de saúde (SUS).

Em casos assim, o acesso a esses medicamentos pode depender de protocolos médicos específicos e disponibilidade de recursos no sistema de saúde.

Conclusão

Ao longo deste texto nos dedicamos a fornecer uma pequena visão dos inúmeros  remédios utilizados no tratamento do câncer, destacando a importância da remissão como objetivo terapêutico, embora a cura absoluta ainda não seja uma realidade dependendo do tipo de câncer e do estágio no qual ele foi diagnosticado.

A lista de medicamentos apresentados abrange uma pequena amostra  de tipos de câncer e está sujeita a atualizações à medida que avançam os estudos e a compreensão da doença.

Veja também:

Contato

Entre em contato conosco através de nossos canais de atendimento.