Pesquisar
Close this search box.
Logo NatcoFarma Colorido
tratamento de tvp

Entenda como é feito o tratamento de TVP e quais remédios são indicados

Compartilhe esse post!

Após receber o diagnóstico da trombose venosa profunda (TVP), o paciente é indicado para algumas opções de tratamento de TVP.

Esses tratamentos são fundamentais, pois esse tipo de trombose é devida a formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias do corpo, sendo mais comum nas pernas, coxas e pelve.

Essa condição leva a diversos sintomas que podem ser tratados ou aliviados com o tratamento de TVP, como:

  • dor;
  • inchaço na área de formação do coágulo;
  • vermelhidão na área de formação do coágulo;
  • veias dilatadas na região afetada;
  • dor ao toque;
  • aumento da temperatura local;
  • enrijecimento da pele.

E é justamente sobre essas opções de tratamento para TVP que vamos falar ao longo deste artigo.

Esses procedimentos podem envolver desde medicamentos anticoagulantes, remédios trombolíticos, cirurgia, filtro de veia cava a mudanças no estilo de vida do paciente. 

Siga a leitura conosco para entender melhor cada uma dessas opções.

O que é TVP (trombose venosa profunda)

A TVP (trombose venosa profunda) é uma doença que ocorre por conta da formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias do corpo, sendo mais comum em locais como perna, coxas e pelve.

Os primeiros sintomas de TVP costumam ser dores e inchaços na perna e o principal motivo de seu surgimento é a falta de movimentos por muito tempo.

Ou seja, ela pode ocorrer quando uma pessoa fica muito tempo em repouso por uma cirurgia, acidente ou até mesmo em uma viagem de longa distância.

Essa condição é considerada grave porque esses coágulos sanguíneos nas veias podem se soltar e percorrer a corrente sanguínea, prendendo-se aos pulmões.

Se isso ocorrer, o fluxo sanguíneo é bloqueado, levando a embolia pulmonar, que caso aconteça junto com a trombose venosa, leva o nome de tromboembolismo venoso (TEV).

Como é diagnosticada a TVP?

A TVP é diagnosticada por meio de uma avaliação clínica e determinados exames, sendo mais comum deles a ultrassonografia com doppler.

A ultrassonografia com doppler, consegue avaliar qual é o estado das veias dos membros inferiores de uma pessoa e identificar possíveis coágulos. 

Porém, além desta ultrassonografia, a TVP pode também ser diagnosticada com um exame de dosagem sanguínea do dímero D.

Este exame, por sua vez, é um teste de triagem que elimina a hipótese de trombose quando o seu resultado é negativo.

Mas se o seu resultado é positivo, ele indica a presença de um trombo ou embolia no organismo do paciente e exige a confirmação através de outros exames radiológicos.

Independentemente do tipo de exame que foi feito para diagnosticar a trombose venosa profunda, destacamos que quanto mais cedo ela for identificada, mais rápido um paciente é direcionado para o tratamento de TVP.

Desta forma, é possível aumentar a chance de reverter o quadro e evitar sequelas e complicações.

No mais, ressaltamos que essa condição só pode ser diagnosticada por um médico capacitado na área.

Como é feito o tratamento de TVP?

O tratamento de TVP pode ser feito com:

  • administração de anticoagulante;
  • filtro na veia cava inferior (VCI);
  • remédios trombolíticos (fibrinolíticos);
  • cirurgia.

Independentemente do tipo de tratamento de TVP que for indicado pelo médico, todos eles têm três objetivos em comum: prevenir o crescimento do coágulo existente, prevenir a formação de novos coágulos e reduzir o risco de complicações, como embolia pulmonar. 

Durante qualquer tratamento de TVP, o médico pode realizar exames de acompanhamento, como ultrassonografias ou testes de sangue, para avaliar a eficácia do tratamento e monitorar a condição. 

Assim, com base nos resultados desses testes, o médico pode ajustar a dose do medicamento anticoagulante, por exemplo, caso seja necessário.

Neste cenário, ressaltamos que é importante seguir rigorosamente as orientações médicas durante todo o curso do tratamento e não interrompê-lo sem consultar o médico.

tratamento de trombose

Administração de anticoagulante

A administração de anticoagulantes é uma das opções para tratar a  trombose venosa profunda e envolve os medicamentos dessa categoria.

Esses medicamentos são usados para tratar essa condição porque eles conseguem reduzir a viscosidade do sangue e dissolver o coágulo em nosso organismo. 

Assim, eles ajudam a diminuir a ocorrência de episódios e aparecimento de sequelas.

Mas o uso de qualquer um desse tipo de medicamentos só deve ser feito depois de uma criteriosa avaliação de um profissional da saúde e de sua indicação com prescrição médica.

Isso porque esses medicamentos têm diversas contraindicações, como gravidez, insuficiência hepática ou renal grave, bem como podem interagir com outros medicamentos.

Sabendo disso, durante o tratamento com anticoagulantes, é preciso fazer exames regulares de sangue, como a medida do INR e do TAP.

Isso porque esses exames conseguem avaliar a capacidade de coagulação e possibilitam adequar as doses para evitar complicações, como anemia ou hemorragias.

Filtro na veia cava inferior (VCI)

O filtro de veia cava é um dispositivo pequeno e fino colocado no paciente para o sangue fluir além do filtro.

Tal inserção capta coágulos sanguíneos e pode impedir que eles se movam para o coração e para os pulmões do paciente, prevenindo o risco de uma embolia pulmonar acontecer.

A inserção desse filtro é feita através de uma pequena incisão em uma veia na virilha ou no pescoço do paciente, deste modo um cateter é inserido nesta veia.

O cateter é movido suavemente e um filtro colapsado é enviado com o cateter, sendo deixado em seu lugar enquanto o cateter é removido.

Por fim, o filtro se expande e se anexa nas paredes do VCI, podendo ser deixado neste local permanentemente ou pode ser removido após um tempo, dependendo do quadro de saúde do paciente.

Remédios trombolíticos (fibrinolíticos)

Os remédios trombolíticos são medicamentos injetáveis e geralmente são indicados para casos graves de trombose venosa profunda e para pacientes mais jovens.

Com eles, o tratamento costuma durar cerca de 7 dias e envolve internamento hospitalar, pois há o risco de complicações, como uma hemorragia.

No entanto, esses medicamentos podem apresentar algumas contraindicações e interações medicamentosas importantes.

E essas contraindicações e interações medicamentosas só podem ser fornecidas por médicos, pois eles consideram o histórico médico completo do paciente.

tratamento de trombose venosa profunda

Mudança no estilo de vida

As mudanças no estilo de vida do paciente também são uma forma de tratar a trombose venosa profunda.

Algumas dessas mudanças que ajudam no tratamento da TVP são:

  • evitar fumar;
  • em viagens que durem mais de quatro horas, levantar e caminhar sempre que possível, exercitando as pernas, usando roupas largas e meias elásticas compressivas, caso seu médico indique;
  • evitar  ingerir bebidas alcoólicas em excesso;
  • não ficar imobilizado por muito tempo, ou seja, se mobilizar novamente após  uma doença ou cirurgia que envolveu longos períodos restritos na cama;
  • ter um estilo de vida mais saudável, evitando sedentarismo;
  • manter o peso adequado. 

Cirurgia

Em casos  mais graves de TVP, a cirurgia é indicada ao paciente, tratando-se de uma opção apenas para quando o coágulo não pode mais ser diluído com o uso de medicamentos.

Neste tipo de cirurgia, o coágulo é removido das pernas ou é inserido um filtro na veia cava inferior, o que impede a passagem do coágulo para os pulmões.

Quanto tempo dura o tratamento de TVP?

O tempo de tratamento da trombose venosa profunda pode variar dependendo de vários fatores, como:

  • a gravidade da TVP;
  • a presença de fatores de risco adicionais;
  • a resposta individual ao tratamento e a presença de complicações.

Em geral, podemos dizer que esse tratamento pode durar de três a seis meses. 

No entanto, em alguns casos, pode ser necessário um tratamento mais longo, possivelmente de vários meses ou mesmo indefinidamente.

tratamento de trombose venosa

Conclusão

Como você viu ao longo deste artigo, o tratamento da trombose venosa profunda (TVP) é essencial para prevenir complicações graves e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. 

Através do uso de diversas medidas terapêuticas que apresentamos, como o filtro na veia cava e remédios trombolíticos, é possível controlar a formação de coágulos sanguíneos e evitar sua disseminação.

Além disso, destacamos a importância de buscar orientação médica especializada para enfrentar a TVP. 

Afinal, os profissionais de saúde são capacitados para avaliar a gravidade da condição, prescrever o tratamento adequado e acompanhar de perto o progresso do paciente.

Leia mais sobre o que são os princípios ativos de um medicamento!

Veja também:

Contato

Entre em contato conosco através de nossos canais de atendimento.